Quando devo começar a me preocupar com a minha saúde mental e o que fazer para cuidar dela?

Já faz algum tempo que a saúde mental começou a ser tema recorrente de debate em nosso dia-a-dia e após o início da epidemia do COVID-19 e seus desdobramentos, transtornos psicológicos como ansiedade e depressão recebem cada vez mais atenção.

Vivemos tempos únicos e um turbilhão de sensações invadem a nossa cabeça diariamente. Convenhamos que até certo ponto, é comum nos sentirmos ansiosos, com raiva, insatisfeitos ou tristes diante de tantos desafios que aparecem na nossa frente.  As principais questões aqui são: quando devo começar a me preocupar com a minha saúde mental e o que fazer para cuidar dela?

Separamos abaixo seis sinais que merecem atenção e pelo menos uma visita a um profissional de saúde mental:

  • Você sente uma dor inexplicável;
  • Você tem problemas para dormir e falta de apetite;
  • Você anda muito esquecido;
  • Seu mundo parece desmoronar (durante um período prolongado);
  • Você quer se prejudicar ou se ferir.

Mesmo que você nunca tenha notado nenhum desses sinais, é preciso estar constantemente cuidando da sua saúde mental. Sentimentos de impotência e desesperança, ansiedade, humor deprimido e estresse podem desencadear crises de ansiedade e picos de estresse, o que, consequentemente, pode afetar também o sistema imunológico. Estudos realizados apontam que os níveis de estresse e a presença de humor deprimido, afetam a resposta do sistema imunológico, o que pode impactar na produção de anticorpos, por exemplo.

A Organização Mundial da Saúde, governos e entidades profissionais divulgaram uma série de recomendações acerca de como enfrentar as consequências psicológicas da pandemia e reunimos aqui algumas delas:

Reduza a leitura ou contato com notícias que podem causar ansiedade ou estresse. Busque informações apenas de fontes fidedignas, evite boatos ou informações erradas, e dê passos práticos para preparar os seus planos, proteger-se e a sua família.

– Tente ao máximo manter uma rotina equilibrada e, se possível, crie novas. Tente incluir momentos de relaxamento nela, incorporando coisas que você gosta, como ler um livro, assistir séries e etc.

A conexão com amigos e familiares é fundamental, por isso, tire momentos do seu dia para conversar com eles, utilize a tecnologia a seu favor, você pode manter a proximidade digital!

– Faça exercícios físicos em casa, tente manter uma dieta equilibrada, beba bastante água e evite o consumo de álcool, cigarro e outras drogas. Além disso, mantenha as janelas abertas para permitir a circulação de ar fresco.

 

Em meio ao turbilhão de obrigações, um psicólogo pode ser uma excelente maneira de organizarmos nossas vidas e administrarmos melhor nossas emoções. Ao cuidar da nossa saúde mental compreendemos que não há nada de errado em voltar o olhar para si mesmo de vez em quando.

Nossas mentes e corpos são ferramentas vitais para o nosso funcionamento, então devemos cuidar deles com muito carinho e atenção afim de termos uma vida feliz e com mais qualidade.

 

Fontes:

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. Covid-19: OMS divulga guia com cuidados para saúde mental durante pandemia. In: APA Offers Resources to Cope with COVID-19. [S. l.], 2020. Disponível em: https://news.un.org/pt/story/2020/03/1707792. Acesso em: 22 mar. 2020.

SANAR| MED: https://www.sanarmed.com/saude-mental-em-tempos-de-coronavirus